FANDOM


Asmita de Virgem
Asmita

Classificação

Cavaleiro de Ouro

Armadura

Virgem

Costelação

Virgo

Simbologia

Buda

Gênero

Masculino

Signo Zodiacal

Virgem

Local de nascimento

Índia, 31 de Agosto

Seyuu

Akira Ishida

Divindade

Atena

Histórico

Asmita é o Cavaleiro de Ouro da Constelação de Virgem durante os eventos da Guerra Santa do Século XVIII. Amargo e misterioso, é o mais dúbio dos Cavaleiros de Ouro, e seus sentimentos iniciais com relação a Sasha são bastante negativos.    

Gaiden

Frutos da Mokurenji

Certo dia, projetando seu espírito na Grande Cachoeira de Sangue, Asmita avistou Tenma de Pégaso, Yato de Unicórnio e Yuzuriha de Jamir escalando as rochas a fim de colher os frutos da Mokurenji. Paralisando Yato e Yuzuriha, Asmita revelou-se para Tenma. Apresentando-se, ele perguntou se Pégaso, o "grande pecador", pretendia voltar-se novamente contra o Senhor das Trevas. Rindo, Asmita se disse decepcionado por ver que Pégaso era apenas "um pirralho", questionando a capacidade de Atena de conduzir a guerra e chamando-a de tola. O Cavaleiro de Virgem então comentou que era cedo demais para a deusa lidar com a guerra, e que talvez a verdadeira salvação fosse representada por Hades.

Tenma questionou se Asmita, mesmo sendo um Cavaleiro de Ouro, pretendia trair Atena, ao que o Cavaleiro de Virgem respondeu apenas perguntando o que Pégaso faria se fosse o caso. Tenma respondeu que o enfrentaria, e atacou; Asmita defendeu-se com seu Hāṃ, debochando da potência do ataque recebido, e rechaçou o oponente com uma rajada de energia. Asmita então revelou a razão de seu interesse em Tenma: o Cavaleiro de Pégaso estava sempre ao lado de Atena nas Guerras Santas contra Hades, erguendo seus punhos contra o Senhor das Trevas. O Cavaleiro de Virgem decidiu testar o Pégaso atual, e comentou que a conclusão a que chegara era apenas a dúvida quanto às razões que levavam Atena a permitir que um Cavaleiro tão fraco e despreparado lutasse a seu lado.

Despertando seu cosmo avassalador, Asmita afirmou que se Tenma não pudesse sobreviver a ele, não teria
TenmaKofuku

Asmita ataca alguns Espectros!

qualquer chance contra Hades. Usando sua técnica Tenma Koufuku, Asmita disparou o Cavaleiro de Pégaso numa queda violenta, e ele caiu no rio de sangue formado abaixo da cachoeira; o Cavaleiro de Ouro meramente ordenou que ele se erguesse, afirmando que alguém com uma verdade forte não se deixaria vencer tão facilmente, e questionando por que Tenma lutava; este respondeu que, como um Cavaleiro de Atena, lutava pela paz na Terra, e Asmita rechaçou-o violentamente, vociferando que alguém com uma razão tão fraca como resposta era um tolo que não estava convicto de sua própria verdade.

Rosário de 108 Contas

Habilidades

Asmita é um dos Cavaleiros de Ouro mais poderosos do século XVI. Asmita tem a capacidade de vagar entre o mundo dos vivos e dos mortos,sem que ele esteja morto. Assim como todos os Cavaleiros de Ouro,Asmita,consegue mover-se na velocidade da luz. Asmita tem um poderoso cosmo,como foi visto na luta de Asmita contra alguns espectros,com um só golpe Asmita liquidou todos eles.

Técnicas

Ohn
Ohm
Discrição

O Ohm consiste em um mantra que Asmita utiliza para intensificar o seu cosmo acumulado e expandí-lo com o auxílio de seu colar de pérolas. Possui duas variações que são 1ª. Normalmente utilizado antecedendo técnicas como a “Rendição Divina”. Há a possibilidade ainda de utilizar-se desta habilidade defensivamente, pois esta é capaz de repelir ataques (não em mesma escala que o Kahn, porém pode fazê-lo devolvendo o ataque ao inimigo). Ao queimar o seu cosmo através deste mantra, o Virginiano, atinge e afasta de suas proximidades o alvo pela irradiação provida de sua energia.

Kahm Kahn
Discrição

Ao empregá-lo, o cavaleiro de Virgem cria uma poderosa parede esférica de cosmo-energia que envolve o seu corpo em todos os pontos, protegendo-o por inteiro do ataque inimigo com grande eficiência com o auxílio de seu colar de pérolas. Técnica absolutamente defensiva, o Kahn é uma invocação de um deus hindu homônimo à técnica, também conhecido como Acalanatha. Nesta técnica ele fecha os olhos para concentrar-se nessa defesa para que se torne absoluta, porém ele pode abrir seus olhos agressivamente por poucos segundos e explodir seu cosmo de sua barreira, em outras palavras expandi-la, de uma maneira impressionante decepando os ataques e lançado as coisas a sua volta longe.

Rendição Divina Rendição Divina
Discrição

Asmita concentra seu cosmos e libera a energia concentrada contra o adversário. É um golpe extremamente devastador como fica provado na saga de Hades, quando usado por seu sucessor Shaka chega a praticamente destruir a casa de Câncer com esse golpe, golpe que possui o mesmo poder da Capsula do Poder de Aioria e das rajadas de cosmo feitas por Saga de Gêmeos para destruir a Casa de Virgem e atacar a Sala do Mestre.

Círculo das Seis Existências Círculo das Seis Existências
Discrição

Uma técnica de retirada da alma do corpo do oponente: primeiramente, trata-se de um golpe expansivo, do qual é impossível se esquivar, já que envolve toda a área circundante; e tem a peculiaridade de não enviar a alma para o Yomutsu, mas para um de seis mundos (comuns à mitologia budista e à hindu), que seria escolhido pelo adversário pelo que Asmita dá a entender. O ciclo de transmigração entre as existências somente é interrompido quando se atinge o Nirvana.

Invocação dos Espíritos Malignos
Invocação dos Espíritos Malignos
Discrição

Asmita materializa espíritos malignos, demônios inferiores e, em meio a múltiplas ilusões, lança-os sobre o inimigo com o auxílio de seu colar de pérolas. Esses espíritos seguem em forma espectral avançando rapidamente contra o adversário atacando-o diretamente e/ou causando uma grande explosão. Esses espíritos levam o oponente à entrada do mundo da morte (Yomotsu Hirasaka).

Tesouro do Céu Tesouro do Céu
Discrição

Essa é a maior técnica do Cavaleiro de Virgem. Asmita concentra suas energias e envolve a área onde ele e seu adversário se encontra com uma bela ilusão de tapeçarias budistas, anulando as chances de escapar do inimigo e de contra-ataque, Asmita mantém total controle sobre o seu adversário. Em seguida Asmita abre os olhos (Lembrando que ele acumula o cosmo mantendo seus olhos fechados, ou seja, privando-se de um de seus sentidos, a visão), lançando toda a descarga de cosmo que ele acumulava, são sucessivos ataques que privam ou aniquilam, a vontade, todos os sentidos do inimigo sem ter que tocar-lo, pode também suprir os pensamentos. O inimigo só volta a poder agir quando o golpe termina, assim reativando o cosmo do inimigo.

Galeria de Fotos

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.