FANDOM


Hades

Deus dos Mortos

Vlcsnap-2013-04-28-15h46m55s215

Classificação

Divindade

Gênero

Masculino

Estreia

Capítulo 219 / Episódio 25

Seiyuu

Akio Ohtsuka

Hades é o deus dos mortos e do Submundo, também conhecido como Rei das Trevas. Para proteger seu corpo original nascido de Cronos e Reia, ele toma o corpo do humano cuja alma é a mais pura da Terra sempre que uma nova Guerra Santa está prestes a começar.

Por conta de seus relativamente frequentes ataques ao mundo dos vivos, ele tornou-se o principal oponente de Atena, tomando a posição de adversários mais antigos como Poseidon e Ares.

Era mitológica

Sabe-se que Hades assistiu de seus domínios à Guerra Santa original, travada entre Atena e Poseidon, sem interferir. Mais tarde, auxiliou Ares durante a guerra deste contra Atena, uma vez que o grande número de mortos proporcionado pela batalha selvagem conduzida por Ares era favorável ao deus do Submundo; eventualmente, quando o exército do deus da guerra foi devastado pelos Cavaleiros de Atena empunhando as armas de Libra, Hades acolheu Ares no mundo dos mortos.

Século XVIII

No Século XVIII, a alma de Hades veio ao mundo através da senhora do Castelo Heinstein perto do Natal. Porém, antes da chegada de Thanatos e Hypnos, a alma foi roubada por Yohma de Mefistófeles; sendo na realidade um deus, Kairos, ele foi capaz de escapar do castelo e desaparecer de vista. Durante algum tempo, ele procurou pelo hospedeiro ideal para Hades, o garoto com o coração mais puro do mundo, e o encontrou na Itália: Alone. A alma de Hades foi posta no garoto, fazendo com que o deus dos mortos crescesse como um humano comum.

Muito tempo depois, quando Alone já tinha treze anos de idade, ele foi finalmente encontrado por Pandora, que o marcou com o medalhão de Hades e fez com que a alma do deus começasse a se manifestar, dando poderes ao jovem hospedeiro; no entanto, Hades não pôde despertar completamente e tomar o corpo de Alone por conta da proteção do cosmo de Atena presente na pulseira de flores feita por ela (renascida como Sasha, irmã de Alone)e usada pelo garoto. Dois anos depois, durante a batalha da Itália a Guerra Santa, a pulseira de Alone foi destruída, iniciando uma contagem regressiva até o momento em que ele não conseguiria mais suprimir a vontade do deus dos mortos sozinho (marcada pelo relógio estelar).

Na reta final da batalha do Lost Canvas, Alone foi derrotado por Tenma de Pégaso; Hades então tomou por completo o corpo do hospedeiro. O puro poder do deus dos mortos foi o suficiente para matar vários dos que haviam sobrevivido até então; Hades relembrou-se das ações de Alone como se fosse apenas um sonho e encerrou dizendo que a Guerra Santa estava prestes a terminar em nome do verdadeiro rei das trevas. Ele foi confrontado por Dohko de Libra, mestre de Tenma, mas não teve dificuldades para derrotá-lo. Dohko recusava-se a aceitar que Hades fizesse o que bem entendia depois de tudo o que os demais se sacrificaram para impedi-lo, e insistiu em batalhar contra ele; Shion de Áries uniu-se a Dohko, pronto para colocar em prática seu plano de usar contra Hades aquilo que o deus dos mortos mais odeia: a luz do sol.

Hades não nega que ele esteja certo, mas zomba dizendo que dois Cavaleiros de Ouro nada podem contra ele; Shion o corrige afirmando que é um grupo de doze, teleportando as dez Armaduras de Ouro restantes para o local. Ele lembra que os trajes, que representam as constelações da trajetória solar, são banhados pelo sol e absorvem e armazenam seus raios e sua energia desde a era mitológica; imediatamente, Dohko e Shion reúnem energia solar das armaduras e disparam um ataque contra Hades. O deus dos mortos, no entanto, é inafetado pelo golpe e contra-ataca com uma nova onda de trevas que começa a engolir rapidamente a luz criada pelos adversários e envolvê-los no que parece ser um movimento fatal.

Nesse momento, contudo, os espíritos dos Cavaleiros de Ouro mortos se manifestam através de suas armaduras. Bradando sobre os motivos pelos quais lutam, eles se reúnem uma última vez perante um incrédulo Hades, que não entende como as almas dos mortos puderam se manifestar diante de seus olhos o Oitavo Sentido. Dohko e Shion unem forças com o último esforço dos espíritos de Hasgard, Aspros, Manigoldo, Regulus, Asmita, Kardia, Sísifo, El Cid, Degel e Albafica e, juntos, eles lançam um poderoso ataque baseado em luz solar que é capaz de tragar a escuridão criada por Hades e arrancar sua alma do corpo de Alone.

Hades, agora uma alma sem corpo, recua para o último Templos Demoníacos, na realidade a Catedral da Floresta arruinada que fora anexada à "lua" do Lost Canvas. Pouco tempo depois, ele é confrontado por Tenma, Sasha e Alone. Hades relembra que Atena e Pégaso têm constantemente frustrado seus planos desde a era mitológica; até mesmo agora, quando ele pretendia usar os planos da deusa contra ela manipulando Alone, ela acabou afastando o hospedeiro de sua influência. O deus dos mortos reforça que, embora esteja uma situação vexatória para um deus, ele ainda não está acabado; Atena, no entanto, afirma que ele já está derrotado, por ter subestimado a força dos humanos - algo que vai além da imaginação.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.